Ao pé da inclinada Rua Anélio Caldas, vemos todo o coração da cidade de Pedro Leopoldo, recortada pelas palmeiras imperiais e seus tucanos, inquietos e dóceis inquilinos. Por ali já se veem os telhados imponentes do casarão quase centenário onde outrora funcionaram as instalações da Cia. Ferroviária. Aos que se sentem atraídos pela imagem, emoldurada por árvores que florescem em amarelo no início da primavera, o portão antigo de ferro trabalhado e os pedriscos que amansam o caminhar são o portal para adentrar a esse espaço, que convida o corpo e a mente a experimentarem outras vivências e cuidados.